Olodum Quarentou

Um senhor de meia idade, com a energia de um menino. 

Ao longo de sua história – uma linda história, diga-se de passagem – o Olodum já circulou e encantou vários países ao redor do mundo, com sua banda e batida envolvente. 

O grupo Olodum fez muito pela população soteropolitana, especialmente pela população do Pelourinho. Um verdadeiro movimento social. E para comemorar seus 40 anos de fundação, um verdadeiro espetáculo foi apresentado na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em janeiro de 2020 com o projeto Concha Negra. 

O show chamado “Olodum 40 Anos: Samba-Reggae Original” marcou o lançamento do EP “Olodum 40 anos”. 

A abertura do evento ficou por conta do já famoso e responsável por impulsionar vários atores locais, o Bando de Teatro Olodum. Além disso, o evento contou também com a participação especial da banda Adão Negro e da cantora Ana Mametto, ambas conterrâneas.

Carnaval Olodum 40 anos com muita festa
Imagem retirada de A Tarde

No repertório, não faltaram os antigos sucessos “Protesto do Olodum”, “Rosa”, “Avisa Lá”, “Deusa do Amor” e “Faraó”. Faixas inéditas também foram apresentadas, a exemplo de “O Nome da Rosa”, “Sereia” e “Minha Tez”.

Uma noite marcante e cheia de baianidades, como não poderia deixar de ser a comemoração de aniversário daquela que é mais do que uma banda. O grupo Olodum promove um verdadeiro movimento social e merece ser parabenizado como tal. O que nasceu em 1979 no Pelourinho, hoje é parte importante do patrimônio histórico e cultural de Salvador.

E aí, você está preparado para o estouro que é o Olodum no Carnaval?

O Bloco Olodum já é tradicional na folia baiana e tem um espacinho reservado no coração de todo folião. Não tem como não ficar arrepiado com essa percussão! 

Se você quer se juntar ao Olodum, que é da Alegria, conte com o Folia Bahia! Vamos te ajudar a ter uma experiência INESQUECÍVEL no carnaval de Salvador!