Carnaval de Salvador: Proposta de circuito na Boca do Rio divide opiniões

Para o presidente do Comcar, Joaquim Nery, a mudança é vista como positiva já que visa criar um terceiro circuito.

*Atualização 09/06/2022

O governador da Bahia, Rui Costa, minimizou a suposta mudança de um dos tradicionais circuitos do Carnaval de Salvador. A discussão voltou a ganhar força nesta semana.

“Eu nem vou estar como governador durante o carnaval. Quem organiza o carnaval de Salvador é a prefeitura e eu não considero apropriado dar opinião sobre a organização do carnaval que eu nem estarei mais no governo. Cabe à prefeitura organizar e ao governo dar apoio logístico com a Polícia Militar, Polícia Civil, além de suporte na área da saúde. Prefiro não opinar, não vou entrar em falsas polêmicas. Tenho assuntos mais urgentes para poder tratar do que a organização do carnaval no ano que vem”, disse o governador em declaração feita ao blog Marcos Frahm.

 

Falar do Carnaval de Salvador sem citar o Farol da Barra é praticamente impossível. O ponto turístico é uma das marcas registradas da maior festa do planeta!

Nos últimos meses, começaram a circular rumores de que o circuito da Barra-Ondina poderia dar lugar a outro na região da Boca do Rio, próximo ao Centro de Convenções. Mas apesar da questão ser apenas uma possibilidade distante, até o momento, entidades e órgãos ligados ao Carnaval de Salvador já dividem opiniões sobre o tema.

De acordo com o site Bahia Notícias, o presidente do Comcar, Joaquim Nery, considera que a mudança é vista como positiva já que visa criar um terceiro circuito a fim de desobstruir o circuito da Barra. “Sempre foi uma alternativa desejada pelo trade com relação à criação de um terceiro circuito, já tendo sido experimentado em momentos anteriores. Teria melhores soluções de trânsito, impacto urbano, infraestrutura, além de suportar por mais tempo um crescimento da população de Salvador e de foliões no Carnaval”, disse.

Ainda segundo o Bahia Notícias, Nery salienta a necessidade de ampliar essa discussão para toda a comunidade carnavalesca. “Já iniciamos essa discussão tentando esclarecer como seria feita essa mudança que, por enquanto, está em fase de estudos, de quais são as vantagens e desvantagens, e de ouvir todos os ‘atores’ envolvidos, com um único objetivo: fazer em 2023 o maior e melhor carnaval que já houve em Salvador”.

E você folião, o que acha dessa mudança?